• FINAL 2 - familia flores

    100% Natural

    EcoAdubo oferece nutrição orgânica saudável para plantas

  • FINAL2 - bebe com cachorro na grama

    Seguro e Confiável

    Sem odor e livre de bactérias. Pode ser usado próximo a animais de estimação.

  • FINAL CASAL IDOSO

    Age por muito mais tempo

    Os nutrientes são liberados durante a rega, proporcionando uma nutrição constante e duradoura.

  • FINAL casal cesta verduras

    Rende Muito

    Cada embalagem é suficiente para adubar 40 vasos ou 15m2 de jardins e gramados.

  • FINAL 3 - homem jardim

    Dura mais

    Até dois meses de ação contínua. Plantas bonitas, fortes e saudáveis. Maior resistência à ação de pragas e doenças.

  • FINAL - MAE E FILHA JARDIM

    Rápido e Fácil de Aplicar

    O formato granulado torna simples a aplicação e facilita o enraizamento.

  • FINAL Casal Escolhendo Flores

    Ideal para todos os tipos de plantas

    Inclusive nas flores mais delicadas como orquídeas, rosas e violetas.

  • FINAL 3 - mao juntas muda planta

    Ecologicamente Correto

    Aumenta a fertilidade do solo e sua capacidade de fornecer nutrientes.

  • FINAL - menino oferecendo bouquet flor menina

    Qualidade Comprovada

    Aprovado pelo Ministério da Agricultura e atestado por laboratório ISO 17025:2005.

Brincar na terra e com plantas é bom para crianças e adultos

Tesouros escondidos lá fora

Procurar bichinhos, subir em árvores, comer trevinhos e fazer bolo de barro são algumas aventuras que esperam você e seus filhos bem longe do computador.

A receita era de família: um maço de trevos bem picados, água o quanto baste, dois punhados de terra, um caramujo desavisado e, voilà!, estava pronto o bolinho. De barro, é claro, como devem ser os bons assados infantis. O trevo ia da boca pro barro e, eventualmente, de volta pra boca, carregando consigo a crocância de uns grãos de areia. Minha mãe se descabelava para desencardir minhas calças. Mas que criança feliz tem roupas sem manchas?

Leia Mais

Como evitar o ressecamento de vasos pendentes,  usando a sacolinha plástica para o bem

Nos objetos do jardim, sempre preferi materiais rústicos e naturais aos plásticos e artificiais. Sei lá, acho que eles têm mais a ver com plantas, natureza, com o “visual botânico”, digamos assim. Apesar de já ter comprovado alguns benefícios dos vasos plásticos em relação aos de barro e os de fibras orgânicas, não consigo conviver com aquele visual preto brilhante e nem com os marrons que imitam barro.

14102018-1

Gosto mesmo quando aquele avermelhado da terracota vai ganhando manchas de umidade, e quando o xaxim e a fibra de coco ficam esverdeados de musgo. Tenho sempre a impressão de que ali se forma um micro-bioma, um ambiente cheio de vida espontânea que abriga seres microscópios que eu não vejo mas que estão interagindo com a minha planta. E estão mesmo.

Leia Mais

Dicas para ter um jardim sempre florido
Brincando e ensinando jardinagem para crianças
Os Feijões Mágicos

Eles não cresceram até revelar um lugar com a galinha dos ovos de ouro, mas trouxeram tesouros muito maiores para as crianças que aprenderam na escola a cultivar uma sementinha.

“O meu ganhou! O meu ganhou!” Minha irmã entrou no quarto aos pulos, trazendo o potinho de iogurte como um troféu, o atestado público da minha incompetência jardinística. Lá dentro, socado no meio de um bolo de algodão molhado, as bordas já marrons, o grão espreguiçava os dois cotilédones como os bebês fazem com os bracinhos quando querem ser carregados no colo.

Levantei a contragosto, ferida pela desfeita de um feijão ingrato. Eu que tinha aprendido o truque do algodãozinho na escola. Eu que peguei feijões com a minha mãe — “De várias cores, a professora disse que tem que levar tudo colorido!”. Eu que tinha molhado o chumaço de algodão, eu que tinha colocado no sol; e quem levava os créditos era justo a Tathiana, três anos mais nova do que eu. Que irritante… Leia Mais